ARTES%20SITE_edited.png
ARTES%20SITE_edited.png
  • Mateus

Joss Whedon é acusado de postura abusiva por Ray Fisher em 'Liga da Justiça'

Ray Fisher, o Ciborgue do filme 'Liga da Justiça' (2017) afirmou que o diretor do longa Joss Whedon, que substituiu Zack Snyder em pleno vôo nas filmagens, teve comportamento inadequado com o elenco e equipe no set. Tendo sido apoiado do então CEO da DC, Geoff Johns e do produtor Jon Berg.


atualização: O co-presidente de produção da Warner Bros., Jon Berg, disse à Variety que é "categoricamente falso que tenhamos permitido qualquer comportamento não profissional" após a declaração de Ray Fisher. “Lembro-me de [Fisher] chateado porque queríamos que ele dissesse 'Booyaa', que é um ditado bem conhecido de Cyborg na série animada.”

"O tratamento que Joss Whedon seu ao elenco e à equipe no set de Liga da Justiça foi nojento, abusivo, antiprofissional e completamente inaceitável. Ele foi apoiado, de muitos modos, por Geoff Johns e Jon Berg. Responsabilidade > Entretenimento".



Por causa do suicídio de sua filha, Zack Snyder abandonou o projeto em 2016 e Whedon assumiu as filmagens. Mas a repercussão foi tão negativa, que os fâs começaram uma campanha na internet pedindo pelo corte original do filme, campanha essa que deu resultado, a nova versão da Liga chega ao HBO MAX em 2021.


Veja também:

Liga da Justiça: Zack Snyder agradece aos fãs pelo apoio ao corte do diretor

A história por trás do 'Snyder Cut' de 'Liga da Justiça'

Zack Snyder confirma a presença de Darkseid no 'Snyder Cut'

'Liga da Justiça' - Corte de Zack Snyder é confirmado para 2021

©2020 HERO PUB. Proibida qualquer reprodução sem autorização.